musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - ESTOURO (PART. KAROL CONKá) - DJONGA - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Estouro (part. Karol Conká) letra


O senhor me dá licença, me dá licença
Eu cantar nessa baixada, nesta baixada
Eu cantar nessa baixada, nesta baixada

Karol, tô indo atrás do meu e te quero lá
Tomar Chandon que eu cansei de pergola
Minha mãe colar de pérola
Já que desde menor ouvi: Pera lá
É só bola na gaveta, pega lá
Esses bota na minha cola, paga lá
O que agrada às garota é o lálálá
Boy de capuz pra mim é KKK
Nada pode assustar os preto
Coragem e coração e começam com cor
Óh, hoje corrente só de prata
Nosso povo e escravidão terminam com dor
Minhas irmã mais que empoderada e sim poderosa
Cês ainda não entenderam a diferença
Da buceta que dá a vida pra um pau que goza
Revista pra mim era polícia
Até eu ganhar a votação da Rolling Stones
Meta é ficar mais famoso que Beatles
Sem compor Sgt. Pepper's Lonely
Hey Jude, eu já fui egocêntrico
Falocêntrico, eu centrifugo tudo isso
E vou me construir de novo
Tô dando orgulho pra minha quebrada
Quando o tempo fechar
Vai faltar Willian Bonner pra Maju
Pra quem já bebeu água suja
Hoje é praia e suquin' de caju
Pra esses cú prosperidade é crime
E eu sou réu confesso
Eles vão comentar o seu fracasso
Nunca aplaudir o seu sucesso

(Vai)
Onde nós solta a voz é estouro, estouro
Óh minhas irmã e meus irmão no jogo (vai)
Onde nós solta a voz é estouro, estouro
Oi, oi, oi (é)
Onde nós solta a voz é estouro, estouro (óh, óh)
Óh minhas irmã e meus irmão no jogo
Onde nós solta a voz é estouro, estouro
Oi, oi, oi

Djonga, a caminhada é longa então vamo lá
Drink raro no copo, vamo brindar
Eu sou a mãe de uma pérola
Meu menor tá em casa, me espera lá
Mais um contrato na gaveta, deixa lá
Inimigos na minha sola, vou pisar
Fumo um beck ele faz um lálálá
Tô de capuz e não de touca, sou Conká
Nada pode assustar os preto
Coragem e coração começam com cor
Óh, hoje corrente só de ouro
Nosso povo e escravidão termina com dor
E eu de ser assim tão poderosa
Sou tão gostosa
Cês ainda não entenderam a diferença
Pro pau que me faz e pro pau que dorme e goza
Revista pra mim era polícia
Até estampar a capa da Rolling Stones
Quero ficar mais rica que a Rihanna
Tipo Bitch Better Have My Money
Oh na na, já fui egocêntrica, falocêntrica
E eu centrifugo tudo isso
Vou me construir de novo
Tô dando orgulho pra minha quebrada
Quando a chuva passar
Não vai adiantar vir se retratar
Eles vieram do lixo, nós de Wakanda
Pr'esses cú prosperidade é crime
E eu também confesso
Eles vão comentar meu fracasso
E nunca aplaudir o meu sucesso

Onde nós solta a voz é estouro, estouro
Óh minhas irmã e meus irmão no jogo
Onde nós solta a voz é estouro, estouro
Oi, oi, oi
Onde nós solta a voz é estouro, estouro
Óh minhas irmã e meus irmão no jogo
Onde nós solta a voz é estouro, estouro
Oi, oi, oi

Djonga - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br